Serviço de Inspeção Municipal aplicado em Chapecó serve de referência para Mirim Doce

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Atividade poderá ser executada de forma cooperada, envolvendo os municípios da Comarca de Taió

Complementando o trabalho que tem como principais objetivos legalizar e incentivar o comércio de produtos de origem animal e vegetal em Mirim Doce, o vice-prefeito Antônio Carlos Kestring e o residente e diretor municipal Thiago Leite Gonçalves, acompanhados da veterinária responsável pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM) de Taió, Katiane Mueler, realizaram uma viagem de trabalho no dia 12.

O destino: o município de Chapecó, considerado referência em Santa Catarina e no Brasil quando o assunto é o Serviço de Inspeção. “Convidamos a Katiane para nos acompanhar nessa viagem, porque a proposta é trabalharmos de forma cooperada, ou seja, envolvendo também as outras cidades que integram a comarca de Taió”, explica Thiago.

O primeiro compromisso foi uma reunião com a equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, coordenada pela veterinária responsável pelo SIM na cidade, Aline Müller.

Em seguida, eles realizaram três visitas técnicas. Foram ao Mercado Público, na Feira de Produtos Coloniais e Agroecológicos e no Departamento do SIM. “O trabalho desenvolvido em Chapecó é bastante organizado, tanto que a cidade foi a primeira a receber reconhecimento do Governo Federal, estando apta a certificar produtores para o comércio da produção local para todo o Brasil. Fomos, então, em busca dessas experiências positivas”, finaliza o diretor.

Comentários