Divulgado resultado final do Edital Elisabete Anderle 2017

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Já está disponível no site oficial do Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura o resultado final com os projetos aprovados na edição 2017.  O prêmio faz homenagens à esposa do Taioense, Jacó Anderle, que foi Secretário de Estado da Educação. Após a análise dos projetos credenciados, feita na última semana pela Comissão Autônoma de Seleção (CAS) do edital, a Comissão de Organização e Acompanhamento (COA) apresenta as 175 propostas selecionadas e suas respectivas suplentes. Todos os proponentes que possuem projetos credenciados podem consultar seu desempenho acessando a plataforma eletrônica do edital.

>>> Clique aqui para conferir a lista dos aprovados

Esta edição do Elisabete Anderle contou com número recorde de inscritos: foram 1.803 projetos enviados, dos quais 1.628 se credenciaram na primeira etapa de avaliação. O resultado final traz 175 projetos contemplados, sendo 24 para o Prêmio de Letras; 24 para o Prêmio de Música; 22 no Prêmio de Patrimônio Material e Imaterial; 21 no de Teatro e Circo; 16 no Prêmio de Artes Visuais; 15 no Prêmio de Dança; 12 no Prêmio de Culturas Populares; 11 para Bolsa de Trabalho, Intercâmbio e Residência; 11 para o Prêmio de Museus; dez para Apoio a Eventos Artísticos e Culturais; e nove no Prêmio de Arte e Cultura Negra e Indígena.

“O edital cumpriu todas as suas missões. Contamos, na semana passada, com a presença dos julgadores de outros estados, que destacaram bastante a qualidade dos projetos apresentados e, também, o fato de que, com a crise que o país atravessa, Santa Catarina tenha editado o Elisabete Anderle. Agora com os resultados que estão sendo apresentados, nós acreditamos que promoveu um bom estímulo à produção cultural no Estado e é um incentivo para que nós possamos reeditá-lo no próximo ano, já que o número de inscrições superou a todos os editais anteriores”, avalia o presidente da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Rodolfo Joaquim Pinto da Luz.

Devido ao atraso para a finalização das planilhas pela COA, cuja divulgação foi transferida de 1º para 2 de agosto, também fica alterado o cronograma de apresentação da documentação complementar. Os proponentes aprovados terão de 3 a 9 de agosto para realizar esta etapa por meio do site oficial do Edital. A assinatura dos contratos deve ocorrer entre o fim de agosto e o início de setembro. Já o pagamento do prêmio segue, conforme o cronograma, previsto para o mês de setembro.

“Agora são as etapas mais burocráticas, de analisar as documentações finais e, em seguida, fazermos o pagamento. Teremos uma solenidade para a entrega dos prêmios e, efetivamente, o pagamento no mês de setembro”, projeta Pinto da Luz. Com investimento total de R$ 5,6 milhões, o edital deste ano teve todo seu processo de inscrição feito online, garantindo mais agilidade e segurança no envio das propostas. Os recursos são do Governo do Estado de Santa Catarina, com promoção da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e do Conselho Estadual de Cultura (CEC). Proponentes de todo o Estado puderam submeter seus projetos para as seguintes premiações: Culturas Populares; Arte e Cultura Negra e Indígena; Artes Visuais; Dança; Literatura; Música; Patrimônio Material e Imaterial; Museus; Teatro e Circo, Apoio a Eventos Artísticos e Culturais; Bolsa de Trabalho, Intercâmbio e Residências.

Dúvidas podem ser esclarecidas com a COA exclusivamente pelo e-mail [email protected]

Comentários