Uma empresa que se reinventa

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Com mais de 70 anos de mercado, Riosulense leva para a Fersul 2017 um novo conceito

Ela é toda feita de peças e, como num grande quebra-cabeça, cada uma tem uma importância única. O motor em acrílico exposto no estande da Riosulense, na Fersul 2017, mostra que todo item é fundamental na composição final do produto. Mas máquinas só funcionam mesmo porque, por trás delas, operam muitas mãos. E estas, na Riosulense, são as peças de mais valor.

A valorização do colaborador está, literalmente, estampada no estande da empresa. “Os nossos colaboradores são o nosso grande patrimônio. A Riosulense só existe por causa deles e somos privilegiados por poder contar com o engajamento de cada um”, destaca o empresário Luís Antônio Stramosk.

Diferenciais atraem visitantes

Quem passa pelos corredores da Fersul, que vai até o dia 19, de longe percebe a nova “pegada” da Riosulense. Inovadora, que busca o novo sem esquecer a tradição e a qualidade conquistadas ao longo dos mais de 70 anos de atividades.

O motor em acrílico atrai os olhares, assim como a gravação a laser do nome do colaborador na Guia de Válvula (primeira peça produzida pela empresa). Todo plotado, as paredes do estande trazem o sobrenome de todos os funcionários – quem já trabalhou na empresa e se sente parte da história, também pode assinar seu sobrenome. E recados em post-its podem ser deixados para a Riosulense por todos os visitantes.

“O motor em acrílico tem um grande significado. Ele mostra a importância de cada peça no seu funcionamento, mas também traz essa mensagem de transparência, um dos nossos valores. No entanto, o que encanta de verdade é o sorriso e o brilho no olhar de cada colaborador nessa nova retomada, rumo aos próximos 70 anos que estão por vir”, enfatiza o diretor-superintendente da Riosulense, Gunther Marçon Faltin.

Prêmio de Inovação

Com o objetivo de incentivar e reconhecer as empresas que apostam em inovação nas organizações do Alto Vale, o Núcleo de Inovação da Associação Empresarial de Rio do Sul (ACIRS) e o Observatório Social do município estão realizando o Prêmio de Inovação ACIRS. A primeira edição do evento, que leva o nome do fundador da Riosulense, João Stramosk, é uma homenagem ao empresário por suas ações empreendedoras e inovadoras ao longo de sua trajetória.

“É uma homenagem muito bonita e justa. Uma coroação ao trabalho do meu pai, que passou grande parte da sua vida dedicado à empresa, da qual ainda faz parte. A vida dele sempre foi pautada pela inovação e renovação da Riosulense e, estamos felizes por esse reconhecimento”, finaliza o empresário Luis Antônio Stramosk.
Participam do prêmio, empresas e órgãos públicos de todo o Alto Vale nas categorias: produtos e serviços, gestão, modelo de negócios e gestão pública. O grande vencedor, destaque inovação, será conhecido no sábado, dia 19, durante a Fersul e, terá como premiação uma missão técnica de inovação, durante três dias em São Paulo.

Comentários