Coruja quer PMDB fora do governo Colombo

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O deputado estadual, Fernando Coruja (PMDB), adversário histórico do Governador Raimundo Colombo, quer que seu atual partido, o PMDB desembarque do governo estadual. Ele assumiu a suplência de deputado estadual, mas apesar do PMDB fazer parte do Governo Colombo, sua postura é de oposicionista.

Na última reunião da Comissão de Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa, Coruja encaminhou requerimento convocando o secretário de Estado da Fazenda, Almir Gorges, para falar sobre a situação financeira do Estado. Outros deputados quiseram deixar a convocação para o final do quadrimestre, mas ele insistiu na urgência do requerimento. Nesse ponto Coruja foi interpelado pelo deputado José Milton Scheffer, do PP, questionando sobre sua declaração.

A resposta do peemedebista repercutiu: “O partido (PMDB) já deveria ter saído do governo faz tempo. Estou aconselhando a sair, mas eles não querem, por enquanto. Já tem bastante gente que está querendo sair.”

A postura do PMDB mudou depois que o PP assinou moção de compromisso para aliança com o PSD em 2018, para piorar, Raimundo Colombo levou o deputado Esperidião Amin no avião oficial ao Oeste do estado. Vários líderes enviaram recados ao governador, que parece não se incomodar como uma debandada improvável do PMDB.

Além de ter o vice-governador e um senador na coligação com o PSD em 2014, o PMDB, controla metade dos cargos no governo. Foram esses cargos que garantiram o apoio nas duas eleições de Colombo. Então, sair do governo é muito improvável.

Da Redação OBVPress

Comentários