Tribunal de Contas gasta R$ 53,4 mil em sofás

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O Tribunal de Contas da União (TCU) renovou o mobiliário. Foram empenhados R$ 17,4 mil para a compra de sete poltronas de design barcelona, R$ 19,1 mil para oito sofás de um lugar tipo design Le Corbusier e R$ 16,9 mil para cinco sofás de três lugares. A soma total é de R$ 53,4 mil. Os novos móveis se destinam à sede do TCU em Brasília e à Secretaria de Controle Externo no Estado de Pernambuco.

Câmera

O Superior Tribunal Militar (STM) reservou R$ 11,8 mil para a compra de uma câmera fotográfica digital. O equipamento possui acessórios compatíveis, como duas baterias, lente zoom 24-240, flash e cartão de memória de 64 GB. A Câmera é da marca Sony.

Materiais de expediente

O Senado Federal empenhou R$ 20,1 mil para a compra de materiais de expediente diversos. Na lista estão:

Blocos de recados auto adesivos Grande (Post-it): R$ 2.790,00
Blocos de recados auto adesivos Pequeno (Post-it) R$ 1.368,00
Canetas esferográficas azul: R$ 5.005,00
Canetas esferográficas preta: R$ 1.750,00
Canetas esferográficas vermelha: R$ 1.330,00
Canetas hidrocor preta: R$ 1.248,00
Canetas hidrocor vermelha: R$ 450,00
Caneta marca-texto amarela: R$ 2.774,00
Caneta marca-texto verde: R$ 1.190,00
Lápis preto: R$ 1.428,00
Capa para encadernação na cor transparente: R$ 420,00
Contra-capa de encadernação preta: R$ 320,00

Manutenção de sistemas

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) reservou R$ 1 milhão contratação de empresa especializada para a prestação de serviços continuados, com cessão de mão de obra para a operação, manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos que compõem os sistemas instalados nas dependências dos edifícios que compõem a Corte e nos imóveis funcionais localizados em Brasília. Os sistemas incluídos são:

Instalações Elétricas: normal, de emergência e estabilizada, geradores, No-Breaks, proteção contra descargas atmosféricas, aterramentos, inspeção termográfica;
Instalações Hidráulicas: bombas de água potável, esgoto e águas servidas, instalações pluviais, irrigação dos jardins, posto de lavagem e lubrificação;
Sistema de Detecção, alarme e combate a incêndio (sprinklers, hidrantes, combate com agentes extintores CO2 e sistema Resmat);
Sistema de Gás liquefeito de petróleo (GLP), rede, controles e central;
Sistema de Cabeamento estruturado;
Tubulações e dutos.
Serviços de manutenção predial, no que se refere a parte de obras civis, ou seja, manutenção em alvenaria, pisos e revestimentos, esquadrias, impermeabilização e estrutura da edificação
Na Câmara…

A Câmara dos Deputados reservou R$ 2,5 milhões para a prestação de serviços continuados nas áreas de orçamento, fiscalização, segurança do trabalho, projeto e design, em apoio aos arquitetos e engenheiros da Casa. O valor atende despesas de apenas três meses dos serviços contratados com a empresa RCS Tecnologia Ltda.

O Contas Abertas explica que a princípio, não existe nenhuma ilegalidade nem irregularidade nestes gastos feitos pela União. O eventual cancelamento de tais empenhos não afetaria o resultado fiscal, por não representar redução significativa de despesas. A intenção de publicar essas aquisições é popularizar a discussão em torno dos gastos públicos para aumentar a transparência e o controle social.

Comentários