Atalanta sediou um seminário sobre Exploração Sexual

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Evento contou com palestra sobre atuação da assistência social diante de constatações de violência

Anualmente, o Fórum Regional pelo Fim da Violência e Exploração Sexual Infantojuvenil da 13ª região de Santa Catarina promove eventos de conscientização e debate sobre o assunto.

Nesse ano, o município de Atalanta sediou um seminário alusivo ao Dia Estadual de Combate à Violência e à Exploração Sexual Infantojuvenil. Entre os municípios integrantes da região, Petrolândia foi representado pela secretária de Assistência Social, Ana Carolina Capistrano.

Uma palestra sobre como profissionais da área devem agir em casos de violência integrou o evento. “Foi bastante interessante, porque além dessas orientações sobre como atuar, os municípios apresentaram as ações realizadas e trocamos experiências”, afirma Ana.

O QUE É ABUSO E EXPLORAÇÃO SEXUAL INFANTOJUVENIL?

É o ato praticado pela pessoa que usa uma criança ou um adolescente para satisfazer seu desejo sexual, ou seja, é qualquer jogo ou relação sexual, ou mesmo ação de natureza erótica, destinada a buscar o prazer sexual com uma criança ou adolescente.

Também pode ser qualquer forma de exploração sexual de criança e adolescente (incentivo à prostituição, à escravidão sexual, ao turismo sexual e à pornografia infantil).

VOCÊ SABIA…

…que, segundo dados do Programa Sentinela Estadual, uma média de 500 crianças e adolescentes são vítimas, mensalmente, de abuso e/ou exploração sexual em SC? Isso representa cerca de 16 casos confirmados por dia. Contudo, considera-se que esses números representam, apenas, 10% do total de casos que, efetivamente, ocorrem uma vez que o abuso sexual acontece, via de regra, dentro do núcleo familiar, no qual, infelizmente, ainda prevalece a lei do silêncio.

 

Com informações do PMSC

Comentários