Duplicação da BR 470 será inaugurada  #sqn

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Entidades empresariais do Vale do Itajaí, vão fazer a inauguração simbólica da duplicação dos lotes 3 e 4 (entre Gaspar e Indaial) da rodovia BR 470. O anúncio de forma irônica, está sendo divulgados nas redes sociais, e está marcado para às 10 horas do dia 06 de outubro, em Indaial.

“Reserve a data. Depois de décadas de agonia os catarinenses estão preparados para inaugurar as obras de duplicação da BR-470, na data originalmente prevista para o término das obras. Haverá palanque, discursos, e foguetório. Por fim a mensagem diz: “Aguarde as novidades será espetacular”.

A data escolhida é a mesma prevista inicialmente para o término das obras nos segmentos da rodovia entre Gaspar e Indaial: 6 de outubro de 2017. Com abertura, discursos e até foguetório, o evento terá início às 10 horas, na Associação Empresarial de Indaial (ACIDI).

O objetivo das entidades é lembrar das promessas e chamar a atenção para a situação calamitosa da rodovia que integra a linha de frente da Malha Rodoviária Federal Estratégica, em Santa Catarina. “Estamos há 20 anos atrasados com esta obra. Não há mais como esperar. O que queremos é que toda a classe política, empresarial e entidades tenham essa como a bandeira número um”, enfatiza o presidente da ACIRS, Amandio da Silva Júnior.

Segundo o vice-presidente regional da FACISC para o Alto Vale, Alex Detlev Ohf, não há prazo para a solução. “A realidade é que não vimos nenhuma reação ou interesse do governo federal e até articulação do governo estadual para que esta obra tenha a velocidade necessária para garantir o desenvolvimento catarinense”.

Das obras previstas para o lote 3, localizado entre o km 44,87 (acesso a Gaspar) e km 57,78 (Blumenau), pouco foi executado em quatro anos. Já no lote 4, que segue de Blumenau até o km 73,18 (Indaial), nada saiu do papel. De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), a abertura das frentes de trabalho nestes lotes depende de 762 desapropriações. Até o momento, nada foi desapropriado e até o mutirão de conciliação previsto para este mês entre o DNIT e os proprietários de imóveis, foi cancelado.

A duplicação da BR-470/SC está dividida em 4 lotes, de Navegantes a Indaial. Para 2018, R$ 50 milhões estão previstos para a continuidade das obras, no projeto de lei orçamentária (LOA) em tramitação no Congresso Nacional. É o menor valor proposto pelo poder executivo, desde 2014, para as obras de adequação do trecho rodoviário.

Para o evento a ser realizado em Indaial serão convidadas lideranças políticas, representantes de entidades, imprensa e a comunidade.

 

 

Comentários