Cerutti apresenta balanço dos 25 anos da Fundação Empreender

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O diretor-presidente da Fundação Empreender, Ciro José Cerutti, esteve na manhã desta quinta-feira (5) na Assembleia Legislativa para realizar um balanço das ações da entidade, que neste ano completa 25 anos de criação.

Considerado o braço técnico da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), a Fundação, disse, nasceu da união das associações dos municípios de Joinville, Brusque e Blumenau, tendo como base em acordos de cooperação firmados com entidades de igual teor da Alemanha.

com José Henrique Carneiro de Loyola como primeiro presidente, desde o início, disse, a Federação, passou a atuar como uma rede de cooperação que busca desenvolver o empreendedorismo, o espírito associativo e o voluntariado, bem como o fortalecimento das associações empresariais.

Atualmente, afirmou o dirigente, a Fundação Empreender também tem se destacado pelo suporte técnico às empresas e administrações municipais, bem como pelo apoio em missões internacionais, modelo que vem sendo adotado por associações congêneres de outros estados e países.

“A trajetória da Fundação Empreender começou com uma aposta confiante, corajosa e inovadora das associações empresariais, sendo sustentada pelo aporte de suas mantenedoras que acreditaram no papel da entidade como órgão propulsor de ideias e soluções desencadeadas sempre pelo coletivo e para o coletivo”, frisou Cerutti.

Na sequência, diversos parlamentares também se manifestaram em apoio ao trabalho realizado pela Fundação Empreender. “Se quisermos um futuro melhor precisamos cada vez mais desenvolver nossa economia e o empreendedorismo é o caminho nesta direção. Conte com o apoio deste deputado e desta Casa”, disse José Milton Scheffer (PP).

“Acreditamos que o empreendedorismo é um dos grandes vetores desenvolvimento de Santa Catarina, cujo povo tem esta característica marcante”, acrescentou Gabriel Ribeiro (PSD). Também fizeram uso da palavra os deputados Nilso Berlanda (PR), Antonio Aguiar (PMDB) e Mário Marcondes (PSDB).

TEXTO: Alexandre Back

 

Comentários