ADR faz balanço dos trabalhos na Câmara de Vereadores de Ibirama

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O secretário da Agência de Desenvolvimento Regional de Ibirama, Jamir Marcelo Schmidt, participou da sessão da Câmara de Vereadores de Ibirama na noite desta segunda-feira, dia 27, e usou a tribuna para fazer um balanço dos trabalhos da ADR nesses 10 meses sob seu comando, além de destacar as principais conquistas para a região.

Na sessão o secretário fez questão de frisar a importância das ADRs para Santa Catarina, citando obras no Alto Vale e Médio Vale que só foram conseguidas graças à descentralização e ao esforço e mobilização dos servidores, lideranças da região e participação da comunidade.

“Quando a ADR de Ibirama foi criada, uma das primeiras coisas que o então governador Luiz Henrique da Silveira, pediu foi para que se fizesse a Usina de Salto Pilão, uma obra de cerca de R$ 500 milhões, e que na época acabou beneficiando muito economicamente as cidades de Apiúna, Lontras e Ibirama”, lembrou.

Para os vereadores ele também frisou a importância do Conselho de Desenvolvimento Regional da ADR, onde surgiram inúmeras ideias e pedidos que já viraram realidade como é o caso da UTI do Hospital Dr. Waldomiro Colautti, a instalação de um campus da Udesc, IFC, o asfalto para José Boiteux e Vitor Meireles e também a ligação asfáltica de Presidente Getúlio a Rio do Sul”, citou.

Falando especificamente de 2017, Schmidt disse que a principal conquista foram os recursos para a Educação. “São mais de R$ 3 milhões que vão beneficiar diversas escolas da nossa ADR, isso sem contar a EEB Cecília Bertha Hildegard Cardoso que também deve ter mais de R$ 2,5 milhões liberados nos próximos dias, totalizando mais de R$ 5 milhões para a educação. Podemos dizer com orgulho que Santa Catarina foi o último estado a entrar na crise e o primeiro que está superando essas dificuldades, sem aumentar as taxas de juros, gerando cada vez mais empregos e ainda fazendo investimentos estratégicos”, conclui.

TEXTO: Helena Marquardt

 

Comentários