Morre motorista que atropelou multidão em Lages

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O motorista que atropelou no Calçadão de Lages, Giovanni de Oliveira Fornari, 41 anos, condutor do veículo que adentrou no Calçadão Túlio Fiúza de Carvalho, no Centro de Lages e atropelou várias pessoas morreu.

Ele atropelou propositalmente cinco pessoas na tarde desta sexta-feira,1º de dezembro, em Lages. A morte dele foi divulgada em nota pelo hospital Nossa Senhora dos Prazeres,e confirmada pela Polícia Militar, também em nota, no final da tarde. Ele era natural de Ponta Grossa, no Paraná, mas residia em Campo Belo do Sul, Santa Catarina.

O caso

Giovanni dirigia um veículo Sandero, placas MKE 5558, de Lages, em alta velocidade quando invadiu propositalmente o Calçadão Túlio Fiúza de Carvalho, atravessando a rua Coronel Córdova passando pelo calçadão da Praça João Costa atropelando diversas pessoas, no Centro de Lages, de acordo com a nota da PM enviada à imprensa.

Ao chegar no calçadão da Praça João Costa, ele seguiu na rua Nereu Ramos até a rua Coronel Serafim de Moura, onde colidiu com uma motocicleta que estava sendo pilotada pelo sargento da PM Joel Alves de Souza. O motorista arrastou a vítima do atropelamento por alguns metros parando apenas no entroncamento com a rua Fausto de Souza, onde teve que parar o carro por estar com a vítima em baixo do veículo.

O motorista desembarcou do veículo e seguiu correndo até próximo à rua Correia Pinto, onde foi abordado por dois policiais militares, como descreve a nota. “Ao receber a voz de parada, o motorista seguiu na direção dos policiais com uma faca. Neste momento, para conter o autor e cessar as agressões, inclusive para manter sua própria integridade física, o policial precisou realizar um disparo de arma de fogo”, informa a correspondência.

A nota conclui que Giovani foi atingido na região abdominal, caiu, foi imobilizado, socorrido e encaminhado para o Hospital Nossa Senhora dos Prazeres. Ele não tinha antecedentes criminais.Ainda não há informações oficiais sobre o que levou Giovanni cometer os atropelamentos. À suspeita é de que ele tenha agido de tal maneira, após discutir com uma mulher. NA tentativa de atropela-la acabou cometendo outros atropelamentos.

As vítimas que foram socorridas e encaminhadas ao HNSP são:

1) Lara Bruna dos Santos, 29 anos

2) Vera Morais de Oliveira, 46 anos

3) Janaína Antunes Correia, 33 anos

4) Joel Alves de Souza (Polícia Militar) 48 anos

5) Lays da Silva

6) Giovanni Oliveira Fornari (autor dos fatos), 41 anos

 

 

Imagens Grupo de Imprensa/divulgação/Com informações da Rede Catarinense de Notícia

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comentários