Temporal castinga grande Florianópolis

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

As fortes chuvas que atingem a região da Grande Florianópolis desde o início da semana vem provocando estragos e causando a interdição de vias. As equipes municipais da Defesa Civil realizam o levantamento de dados nesta quinta-feira (11). Também as equipes de emergência ficaram de prontidão durante a noite desta quarta-feira (10), para atender a população, caso fosse necessário. Ainda durante a noite, a Defesa Civil de Santa Catarina emitiu um alerta direcionado ao litoral catarinense alertando sobre o risco de alagamento e deslizamento.

O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, decretou situação de emergência no município. Há registro de queda da ponte da Estrada Intendente Antônio Damasco, no bairro Ratones. Sem vítimas. Caminhões, retroescavadeiras e hidrojatos estão sendo usados para minimizar alagamentos, priorizando as principais rodovias. Nas próximas horas, a expectativa é de que diminua o volume de chuva. Conforme a estação meteorológica da Epagri/Ciram e Cemaden, nas últimas 48 horas choveu 400 mm no norte da Ilha, em Florianópolis. Foi o maior volume de chuva registrado no Estado.

Conforme informações da Assessoria da prefeitura, a maior preocupação nesse momento é com os deslizamentos, devido ao solo extremamente molhado. O pedido é que a população fique atenta a qualquer movimentação de terra.

Os coordenadores regionais da Defesa Civil SC auxiliam as equipes municipais e orientam sobre os procedimentos. Abrigos junto a Passarela Nego Quirido e também na Escola Dionícia Maria da Costa, no Saco Grande, estão abertos para quem precisar. Ainda não há ninguém.

TEXTO: Rede Catarinense de Notícias

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comentários