Juíz com 60 imóveis ganha auxílio-moradia

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

A polêmica sobre auxílio-moradia para juízes, favorecendo mesmo que trabalha na cidade onde tem apartamento, ganhou um campeão – e certamente vai servir para irritar ainda mais os cidadãos.

O desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo José Antonio de Paula Santos Neto é o campeão:  ele é proprietários de  60 imóveis.

São apartamentos em bairros de classe média e alta na cidade de São Paulo a como Bela Vista, Perdizes, Pacaembu, Cerqueira Cesar, Higienópolis e Morumbi.

A descoberta foi feita pela Folha de S. Paulo, a quem  magistrado reconheceu que a ajuda de mais de R$ 4 mil por mês que ele recebe é inadequada.  Disse, porém,  que recebe “porque todos os outros magistrados que têm imóvel próprio também recebem e que, na verdade, o penduricalho é uma forma de driblar a falta de reajuste do salário dos juízes.”

O salário do desembargador é de R$ 30.471,11.

Comentários