Casas da Defesa Civil começam a ser montadas em Ituporanga

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Iniciou em Ituporanga a fase de montagem das seis casas modulares conseguidas por meio da Defesa Civil Estadual

O município de Ituporanga, por meio da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, foi contemplado com seis kits casa modular pela Secretaria de Estado da Defesa Civil de Santa Catarina e nessa semana iniciou a construção das casas, após a preparação dos terrenos já feita pela Prefeitura.

As construções das novas casas foram necessárias após o município sofrer com as enxurradas de junho de 2017, quando sete famílias no Loteamento Frei Jerônimo, no bairro Gabiroba, tiveram suas residências interditadas definitivamente, devido a uma movimentação de terra.

Para o prefeito de Ituporanga, Osni Francisco de Fragas, o Lorinho, a construção dessas casas representa o esforço de toda a equipe para resolver a situação dessas famílias. “É uma alegria saber que participamos ativamente para a conquista do sonho dessas famílias que agora terão uma casa para morar em local seguro e livre de enchente. Lutamos, pleiteamos e conseguimos mais essa conquista pela qual havíamos nos comprometido”, finalizou.

Fica por conta do Município a doação dos lotes e de toda a infraestrutura necessária como rede de água, luz e esgoto. A equipe da Secretaria de Urbanismo trabalha na preparação dos lotes e auxílio com maquinário durante as construções. “Com o esforço conjunto vamos aproveitar o bom tempo e dar celeridade às obras”, comentou o secretário Leandro May.

O local escolhido pela Administração foi o bairro Vila Nova no Loteamento Lucinda Sá Schuhmacher, uma localização fora da área de risco e enchentes.Cada casa modular possui 42,81 m2, sendo dividida em sala, cozinha integrada, dois dormitórios, banheiro, além da área de serviço externa.

Para o Coordenador Municipal de Defesa Civil de Ituporanga, Adelar José dos Santos, a ação representa uma conquista para os moradores no âmbito da segurança, já que tiveram que deixar suas casas após serem interditadas por apresentarem risco iminente, e o novo local possui toda a segurança para o bem estar de cada morador, destacou.

O local onde as casas estavam construídas no Loteamento Frei Jerônimo será transformado em uma área de preservação com plantio de árvores nativas e a construção de uma área de lazer para a comunidade, uma parceria entre as secretarias municipais.

TEXTO: Julieti P. Largura

Comentários