Agricultores de Rio do Oeste recebem incentivos

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Agricultura lança Programa de Terceirização dos Serviços de Máquinas, visando um atendimento mais rápido aos agricultores

Trabalhos serão executados por empresas cadastradas

Atualmente, mais de 60% da movimentação econômica de Rio do Oeste vem da agricultura. Um indicativo de como é grande a quantidade de propriedades agrícolas no município. Isso torna elevada também a demanda por serviços de máquinas nas propriedades, para as mais diferentes finalidades: aberturas de lagoas, manutenção de estradas, construção de bueiros, entre outros.

Pensando em dar mais agilidade ao atendimento às necessidades do agricultor e com a proposta de tornar menor o custo aos cofres públicos, a Prefeitura e a Secretaria de Agricultura lançaram neste mês o Programa de Terceirização dos Serviços de Máquinas, concedendo subsídios na hora do pagamento das horas trabalhadas. “Além de dar uma resposta mais rápida ao agricultor, o programa dispensa, por exemplo, o transporte do maquinário da prefeitura até a propriedade, a manutenção, a compra de combustível e o pagamento para o operador”, pontua o secretário Dirceu Nones.

COMO FUNCIONA:

Na prática funciona assim: o agricultor vai até a secretaria e preenche um formulário com nome, telefone, número da inscrição de produtor rural, CPF, endereço, tipo de equipamento que vai precisar, o serviço a ser realizado, quantidade de horas previstas e data. Com o formulário preenchido, ele mesmo vai até uma empresa cadastrada no programa e solicita o trabalho. “Depois de concluído o serviço, ele volta até a secretaria com o mesmo formulário, confirmando quem foi o prestador do serviço, o que foi feito, equipamento usado, número de horas trabalhadas e a data da execução. Apresentando esses dados, ele recebe o valor do subsídio e acerta com a empresa”, ressalta Dirceu.

O programa é composto por 20 itens, que devem ser respeitados pelo agricultor beneficiado.

PROGRAMA DE TERCEIRIZAÇÃO DO SERVIÇO DE MÁQUINAS:

  1. O produtor beneficiado deverá ter inscrição de produtor rural no Município.
    2. O produtor deverá ter emitido notas na venda de seus produtos nos últimos 12 meses, exceção para moradores novos no Município e novas inscrições de produtor.
    3. Estar em dia com a prestação de contas da Nota Fiscal de Produtor Rural.
    4. Não estar em dívida ativa na Prefeitura ou em qualquer outro órgão Estadual ou Federal
    5. Serviços subsidiados serão: Retroescavadeira, Carregadeira, Escavadeira Hidráulica (Poclain), Mini Escavadeira Hidráulica, Trator Esteira, Caminhão Caçamba.
  2. O valor subsidiado será de:
    – Retroescavadeira – R$ 70,00/hora.
    – Escavadeira Hidráulica (Poclain) – R$ 100,00/hora.
    – Mini Escavadeira Hidráulica – R$ 70,00/hora.
    – Carregadeira – R$ 100,00/hora.
    – Trator Esteira – R$ 100,00/hora.
    – Caminhão Caçamba – R$ 50,00/hora.
  3. Os interessados em prestar o serviço deverão se credenciar na Prefeitura.
  4. O número máximo de horas subsidiadas por família será de:
    – 05 (cinco) horas por ano para movimento econômico dos últimos 12 meses até R$50.000,00;
    – 06 (seis) horas por ano para movimento econômico dos últimos 12 meses acima de R$50.000,00 até R$ 75.000,00;
    – 07 (sete) horas por ano para movimento econômico dos últimos 12 meses de R$75.000,00 a R$100.000,00;
    – 08 (oito) horas por ano para movimento econômico dos últimos 12 meses acima de R$100.000,00;
  5. Através deste Programa a Prefeitura pagará somente o valor referente ao subsídio. O restante do valor é de responsabilidade do beneficiário e o acerto deverá ser feito diretamente com o proprietário da máquina.
    11. A administração do Programa caberá à Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, ou seja, avaliar o enquadramento nas normas, emissão das autorizações e o pagamento do subsídio.
    12. Os serviços deverão respeitar a Legislação Ambiental em vigor.
    13. Qualquer descumprimento da Legislação será de responsabilidade do beneficiado pelo serviço e do proprietário da máquina.
    14. A Administração Municipal destinará para pagamento de subsídios neste Programa R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) em 2018.
  6. Irregularidades no cumprimento das normas do Programa resultarão no não pagamento do subsídio e no impedimento a outros benefícios ao infrator.
    16. O Programa será acompanhado e avaliado pelos membros do CMDR e Técnicos da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.
    17. A participação do Programa para prestação dos serviços limita-se às empresas autorizadas pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.
    18. O produtor deverá realizar periodicamente a roçada nas margens das estradas de seu imóvel.
    19. Os benefícios previstos no Programa serão concedidos enquanto houverem recursos disponíveis.
    20. Casos que possam surgir e não estiverem previstos nestas normas serão resolvidos pelos técnicos da Secretaria, membros das entidades parceiras e 03 produtores membros do CMDR.

Mesmo com o Programa de Terceirização dos Serviços de Máquinas, o maquinário que compõem a frota municipal continuará sendo útil. “A ideia é direcionar as nossas máquinas para um trabalho mais pontual e planejado nas localidades do município, sem contar nas atividades emergenciais que possam vir a surgir ao longo do ano”, finaliza o secretário.

Comentários