Vereador sugere “placa de transparência” e irrita prefeita.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Uma sugestão feita pelo vereador Marlon Goede, do PP de Trombudo Central, não agradou a prefeita Geovana Gessner (PMDB), que também já havia pensado na iniciativa. Em sua página no Facebook, o parlamentar postou uma foto, que mostra um “painel da transparência, onde a prefeitura de Presidente Nereu mostra um resumo dos gastos e da receita do município.

 

No texto, Goede sugere ao “Executivo de Trombudo Central” que faça o mesmo. Segundo ele, o modelo de painel das informações do direcionamento do dinheiro público e ações, vai dar mais transparência e publicidade onde realmente estão sendo direcionados e investidos.

A prefeita respondeu, compartilhando a foto e o texto em sua rede social, meia hora depois da publicação  do vereador.  Geovana marcou que estava se “sentindo irritada” porque essa ela teve a mesma ideia, assim que assumiu a prefeitura. A placa de Trombudo Central foi instalada na quarta-feira, 09/05 em frente a prefeitura.

“Marlon Goede com todo respeito que tenho a você vereador, mas acho que o que prometemos em nossa campanha Geovana Gessner de ter transparência em nossos atos e contas, não é sua sugestão de hoje é algo que fui atrás pesquisei sozinha desde Janeiro de 2017 (fui em Luzerna, Maravilha, Presidente Nereu). Agora que está instalado na frente da prefeitura vem dizer que é ideia tua, me polpe. Respeito e ética é bom e todo mundo gosta”. Escreveu a prefeita.

O vereador também respondeu ao comentário da prefeita. “Com todo respeito a você prefeita, mas estive em Presidente Nereu está semana e achei muito válido este modelo é só sugestão, não estou aqui acusando que não está tendo transparência e detalhe nem sabia que a senhora estava pensando em instalar algo deste tipo, agradecido, leia com mais atenção o que eu escrevo, foi sugestão e toda sugestão é bem valida. Agradecido pela compreensão! Escreveu  Marlon Goede.

 

Comentários