Corte de investimentos em Rodovias Federais gera Moção de Repúdio

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Apresentada pelo Deputado Estadual, Milton Hobus (PSD), a Moção de Repúdio ao governo federal, foi aprovada por unanimidade na Sessão de Ontem, na Alesc. De acordo com Milton Hobus é preciso dar um basta nessa falta de respeito com Santa Catarina. Hobus lembra que Santa Catarina é  considerado um Estado rico. “Somos o quarto arrecadador da Federação, mas os recursos não voltam e isso é um desrespeito.” Disse.

Conforme Hobus mais de 20% do corte no bolo, é em Santa Catarina. Isso representa mais de R$ 146 milhões. As rodovias federais já estão em péssimas condições e cortar verba para único modal de escoamento da produção catarinense é considerado um desrespeito com o Estado.

Para Hobus, há tempo o governo federal trata Santa Catarina com desigualdade. Há mais de uma década a BR 470 espera pela duplicação. “A obra já anda a passos lentos e ainda cortam recursos, é inadmissível!” Pontuou.

Milton Hobus lembrou que de R$ 55 bilhões arrecadados e enviados para União, no ano passado, apenas R$ 9 bilhões retornaram. Isso tem que parar. Santa Catarina é um Estado que trabalha. Produz e precisa ser atendido em suas demandas.

Hobus acredita que a Moção de Repúdio chegue até os gestores e que os representantes no Congresso busquem unir forças para defender o Estado. Para Hobus, a Moção é uma prova do descontentamento de todos os catarinenses com esse tipo de “descaso”.

Comentários