Rio do Sul estuda romper contrato com a Casan

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Os secretários de Gestão de Governo e de Infraestrutura da Prefeitura de Rio do Sul estão conhecendo modelos bem sucedidos de municípios que assumiram o controle do sistema de fornecimento de água. A visita técnica na semana passada, ocorreu no SAMAE de Jaraguá do Sul, município referência em SC no tratamento da água, com 90% da cidade coberta com sistema de esgoto.

O estudo encomendado pelo Ministério Público, que apontou que 4 municípios do Alto Vale, entre eles Rio do Sul onde a água é gerida pela CASAN, foi registrada a maior variedade de pesticidas na água, com sete substâncias diferentes, contribuiu para a decisão.

Apesar dos pedidos do executivo de melhoria, reunião e demais solicitações à Companhia, o município pode romper o contrato com a Casan nos próximos meses. Um grupo formado por técnicos do município, chamado de Conselho de Saneamento foi criada e as tratativas sobre a municipalização estão bem avançadas.

Comentários