Outro macaco da espécie bugio foi encontrado morto em SC

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

A morte é um novo alerta para a circulação do vírus da febre amarela em Santa Catarina. Amostras do macaco foram coletadas em  Morro da Fumaça, para identificar se doença causou a morte. Na quinta-feira (4), foi confirmada a primeira morte de um animal, da mesma espécie, por febre amarela no Estado, no município de Garuva, na região Norte. No sábado passado, outro animal foi encontrado em Taió, mas os exames não foram conclusos ainda.

Segundo a Dive-SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina), o material coletado no Sul do Estado já foi encaminhado ao Lacen-SC (Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina), em Florianópolis. De lá, as amostras serão levadas ao Laboratório da Fiocruz, no Paraná. Ainda conforme a Dive-SC, o resultado deve ser divulgado em até 30 dias, para confirmação ou não da presença do vírus da febre amarela.

 

 

Comentários