Hobus diz que não praticou ato ilícito quando foi  prefeito

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Deputado Milton Hobus diz que não praticou ato ilícito quando foi  prefeito de Rio do Sul

O deputado Milton Hobus emitiu nota para esclarecer sobre  a decisão da Justiça que o condenou quando era prefeito de Rio do Sul. Milton disse que no início de seu mandato como prefeito de Rio do Sul, em 2006, procurou dar agilidade e celeridade para a inauguração de uma praça na cidade. Uma empresa de Rio do Sul, que é fabricante de móveis, emprestou as bases para mesas e cadeiras que faltavam para concluir a revitalização do local.

“Depois fizemos uma licitação onde a fabricante, que estava apta ao processo, venceu e recebeu pelos equipamentos, no valor de R$ 27 mil”, diz o deputado.

Sobre a decisão atual, a Justiça de Rio do Sul já havia considerado improcedente a ação e absolveu o parlamentar. Porém, agora, os desembargadores reformaram (modificaram) a decisão que já havia sido dada pelo juiz.

Os equipamentos foram instalados, não houve qualquer indício de superfaturamento ou de desvio decisão da Justiça, . Surpreendentemente, agora, a Côrte diz que houve dano e aplica uma pena alta, com multas e a suspensão de direitos políticos.

Por fim, quem me conhece sabe muito bem que, em nenhum momento, eu iria manchar a minha carreira, o meu nome por algo que sempre refutei na gestão pública. Todos sabem que sou empresário e faço política exclusivamente para ajudar o nosso povo com todo o meu aprendizado como gestor na iniciativa privada” – Milton Hobus – Deputado Estadual

Comentários