Secretário explica critérios da Defesa Civil para operar as Barragens

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O chefe da Defesa Civil de Santa Catarina, João Batista Cordeiro Júnior destacou a construção de oito novas barragens. Dentre elas, as de Mirim Doce, Petrolândia e Braço do Trombudo. Da mesma forma, melhoramentos fluviais em diversos municípios.

Ele respondeu, em entrevista à Rádio Taió FM, os critérios para operação de fechamento e abertura de comportas da Barragem Oeste e Sul, nos períodos de chuva. Ele disse que a Defesa Civil, estabeleceu algumas regras de padrões de operação, usando cálculos matemáticos e trabalho científico, que embasa os técnicos no momento de operar as comportas das barragens.

Batista disse que a Defesa Civil leva em consideração os índices pluviométricos atuais e os índices pluviométricos futuros. Foi a segunda vez que a Defesa Civil de SC operou nesse novo sistema, sem interferência ou ordens externas. Segundo ele, se fosse usado os métodos antigos nas operações, as duas barragens poderiam verter na semana passada. Hoje os métodos são eficazes, finalizou o secretário.

Comentários