Lar da Menina busca apoio para reforma do prédio

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Lar da Menina de Rio do Sul busca apoio do Núcleo de Arquitetos para reforma do prédio

Instituição precisa também de  orientações técnicas na elaboração de projetos

 Representantes do Lar da Menina de Rio do Sul participaram na tarde de terça-feira, 18, da reunião do Núcleo de Arquitetos da Associação Empresarial (ACIRS). Na ocasião, foi solicitado apoio na reforma do prédio que, há 65 anos, acolhe crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

Os representantes do Lar adiantaram que já possuem recursos para dar início às obras, mas a participação dos integrantes do Núcleo será importante, principalmente orientando qual a melhor forma de utilizar este dinheiro. Entre os pontos críticos apresentados pela entidade estão a acessibilidade, uma vez que a estrutura tem dois pavimentos, e os danos causados pela falta de manutenção.

“Conversamos novamente com os arquitetos do Núcleo, porque no ano passado eles já tinham se disponibilizado em ajudar no atendimento das demandas do Lar. Acreditamos também que com a capacidade técnica e o conhecimento que eles possuem será mais fácil conseguirmos mais recursos por meio de projetos”, pontua Leandro Schimitk.

Para o coordenador do Núcleo, Fernando Fontanive, essa é uma oportunidade que o grupo tem para se envolver com causas sociais e se desenvolver.

“O reconhecimento do nosso trabalho é importante, porque o principal intuito do Núcleo, desde a sua fundação, é estimular a valorização profissional. E sermos procurados por uma entidade que faz um trabalho tão belo e honroso como o Lar da Menina mostra que o Núcleo de Arquitetos está cada vez mais forte”, destaca.

As atividades do Lar são mantidas pelo Clube das Mães, composto por voluntárias que dedicam parte do tempo para cuidar da instituição. O Lar da Menina abriga atualmente 20 acolhidos, de 0 a 18 anos, de Rio do Sul e região.

Comentários