Presidente do PSL de Taió não quer indicar vice de Capilé

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Em nota, presidente do PSL de Taió disse que o partido não vai indicar vice de Capilé e desautoriza governador Moisés

Uma mensagem do presidente municipal do PSL de Taió, Marcos Vinicius Pereira de Carvalho, chamou a atenção e causou constrangimentos aos correligionários do partido. Em nota divulgada pelas redes sociais, ele classificou de “boato”, que o Governador Moisés já tinha acertado com o Deputado Eskudlark, do partido do vereador Capilé e líder do Governo na Alesc que em Taió o PSL indicaria o vice de Capilé.

O Governador não tem qualquer comando no PSL local. Aliás, ele nem faz parte do Diretório Estadual. Nós somos livres e as decisões do Diretório local são soberanas. Portanto, a chance de sermos vice do Capilé é zero”, escreveu o dirigente.

Carvalho, que é servidor municipal, ocupa cargo comissionado em Brasília, de onde mantém o controle do partido. “ O PSL de Taió tem vida própria e o que fizemos nas últimas eleições foi com o nosso suor e praticamente sem apoio de ninguém”, finalizou a nota divulgada no fim de semana.

Também em nota, o presidente do PL de Taió disse que recebeu com surpresa sua citação e mantém a posição junto com suas bancadas no Congresso Nacional e na Assembleia Legislativa, dando sustentação ao Presidente Bolsonaro e ao Governador Carlos Moises, por ter assim decidido de forma colegiada. “A nota deseja forçar uma discussão inexistente e antecipando as convenções, para aproveitar o momento de afirmação do PL, que desponta amplamente como preferido do povo Taioense”, assina o vereador Valdecir da Cruz, o Capilé.

 

Deputados Mauricio Eskudlark e Coronel Mocelin

 

 

NOTA

Bom dia meus queridos. Fui perguntado por um membro do Diretório Municipal do PSL de Taió sobre um boato que começa a correr por aí. Que o Governador Moisés já tinha acertado com o Deputado Skudilak, que é do partido do Capilé e líder do Governo na Alesc que em Taió o PSL seria vice do referido vereador na corrida eleitoral para a prefeitura. Essa informação é falsa e o Governador não tem qualquer comando no PSL local. Aliás, ele nem faz parte do Diretório Estadual. Nós somos livres e as decisões do Diretório local são soberanas. Portanto, a chance de sermos vice do Capilé é zero, pois não vejo como conciliar o nosso pensamento com o grupo político que ele representa. Enquanto eu for o Presidente e esse Diretório tiver a composição que tem hoje, ninguém vai mandar no nosso pensamento. Somos livres e permaneceremos assim. O PSL de Taió tem vida própria e o que fizemos nas últimas eleições foi com o nosso suor e praticamente sem apoio de ninguém. Um abraço e vamos em frente.

Marco Vinicius – Presidente

 

Comentários