Exame toxicológico em universidade pode virar lei

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Deputado reforça proposta de exame toxicológico para ingresso em universidade

Um abaixo-assinado, que já conta com dez mil assinaturas, busca ampliar, nacionalmente, o projeto que obriga exames toxicológicos para ingressar na universidade. A ideia proposta pelo deputado estadual Jessé Lopes (PSL), tenta coibir o uso de drogas ilícitas e ampliar a lei para pessoas que atuam em atividades de alto risco. O tema foi debatido em audiência pública, realizada na quarta-feira, 18, no Plenarinho da Assembleia Legislativa.

No dia 11 de julho, Jessé Lopes protocolou o PL 0235.7/2019 com a justificativa de buscar a prevenção e coibir o uso de drogas ilícitas. Em um primeiro momento, o projeto não abrange alunos que já estejam com o curso em andamento. Caberá aos matriculados apresentarem o exame como um documento obrigatório durante a inscrição. Segundo Lopes, não está descartada a possibilidade de firmar convênios com laboratórios para reduzir o custo e torná-lo acessível.

 

Comentários