CASAN comprova aptidão na nova captação em Salete

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Laudos da Companhia de Água e Saneamento de SC, CASAN, mostram aptidão do Ribeirão Grande como nova captação de água potável no município  de Salete

Em fase final de obras, a nova captação do município de Salete está sendo instalada em um ponto urbano do Ribeirão Grande, manancial que corta o município. Para tranquilizar a população a respeito da definição que baseou a obra a Superintendência Regional Norte-Vale da CASAN entregou laudos e outros documentos à Prefeitura Municipal que mostram os estudos realizados e a capacidade de tratamento da água a ser captada.

SOBRE A QUALIDADE DA ÁGUA

1) A totalidade dos mananciais (rios, córregos, lagos e mesmo os poços profundos) precisa passar por tratamento antes da distribuição da água à população, seja em decorrência de atividades antrópicas (ocupação urbana, atividades agropecuárias, entre outras) ou de características naturais da água. É isto que fazemos nas Estações de Tratamento de Água (ETAs) e é isto que faremos no município de Salete tão logo a nova captação no Ribeirão Grande entre em operação.

2) Para atestar a Tratabilidade e a Compatibilidade da água bruta do novo ponto de captação um laudo de análise com coleta atualizada está à disposição das autoridades, primeiramente da Prefeitura Municipal. Sobre este laudo informamos que:

2.1) O quantitativo de Escherichia coli da amostra analisada foi de 214,3 NMP/100 ml, número que, mesmo num período de menor vazão, se mostrou inferior ao detectado em amostras de água bruta dos rios atualmente usados como captação.

2.2) Os resultados dos parâmetros analisados, conforme consta em laudo, permitem classificar o corpo hídrico como sendo de Classe II, conforme padrões estabelecidos na Resolução CONAMA 357/2005, e, portanto, podendo ser destinado a consumo humano após tratamento convencional, que é o tratamento aplicado pela CASAN na ETA de Salete.

3) O tratamento previsto na unidade de Salete estará baseado nos Ensaios de Coagulação (Jar-Test), análises da saída do tratamento no mínimo a cada duas horas de operação da Estação, além de análises periódicas realizadas pelo Laboratório Regional de Rio do Sul, tanto na saída do tratamento quanto na rede de distribuição, buscando pleno atendimento do padrão de potabilidade estabelecido no Anexo XX da Portaria de Consolidação MS 05/2017.

4) A CASAN lembra que, como todas as empresas de saneamento, é fiscalizada permanentemente pelas Agências Reguladoras e Vigilâncias Sanitárias, tanto Municipal quanto a Estadual.

5) O início da operação da nova captação será supervisionado por técnicos da Superintendência Regional Norte-Vale/GOPS/SOMAG (Setor de Operação e Manutenção de Água), todos com reconhecida experiência no ramo de tratamento.

Por fim, lembramos que a Companhia é a principal interessada em fornecer água de qualidade atendendo todos os parâmetros exigidos pelo Ministério da Saúde, zelando pela saúde e qualidade da vida dos moradores das cidades cujos sistemas gerenciamos.

COMUNICADO AOS MORADORES DE SALETE 💦

A CASAN comunica à população de Salete que em virtude das obras de construção da nova adutora no Rio Ribeirão Grande ainda não foi normalizado o fornecimento de água aos contribuintes nesta manhã de quinta-feira (10/05).

➡️ As obras estão na reta final, na Rua Felipe Hellmann, próximo da Estação de Tratamento de Água (ETA), no bairro Casan. Pedimos à população que economizem a água até conseguirmos efetuar o restabelecimento.

A CASAN agradece pela compreensão.

Comentários