Nova tese prevê fim do mundo para domingo

O fim do mundo na verdade estaria para acontecer neste próximo domingo, dia 21 de junho de 2020. por conta de "erro na calendário maia".

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Amantes de teorias da conspiração estão se fartando com as notícias de um suposto cientista chamado Paolo Tagaloguin que teria encontrado um “erro na calendário maia”, alegando que a data do apocalipse não seria 21 de dezembro de 2012, “como se acreditava”.

O fim do mundo na verdade estaria para acontecer neste próximo domingo, dia 21 de junho de 2020. A informação foi publicada primeiro na internet recentemente por tabloides britânicos como “Mirror” e “The Sun”. No entanto, desde então a conta no Twitter do mencionado “cientista” foi excluída, e não há menção sobre ele em qualquer outro espaço da web, o que torna toda esta previsão apocalíptica muito duvidosa.

“Após o calendário juliano, estamos tecnicamente em 2012… O número de dias perdidos em um ano devido à mudança para o calendário gregoriano é de 11 dias. Durante 268 anos, usando o calendário gregoriano (1752-2020) vezes 11 dias = 2.948 dias. 2.948 dias / 365 dias (por ano) = 8 anos”, dizia o post original na semana passada, que embora tenha sido deletado, seu assunto ainda movimenta as redes sociais. Em sua maioria, internautas reagem à inusitada previsão de fim do mundo com memes.

Fãs da série alemã Dark, produzida pela Netflix, se posiocionaram que não aceitam outra data de apocalipse além daquela que ocorre na série: 27 de junho de 2020, que coincide inclusive com o lançamento da terceira e última temporada.

Para outros, a culpa do “erro” recaiu para o “estagiário” da civilização maia.

TEXTO: Jornal Extra

Comentários