R$ 21 milhões e situação da Barragem Norte continua precária

A União iria repassar ao governo do Estado aproximadamente R$ 21 milhões para a execução dos serviços.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Há um ano, o secretário de Estado de Defesa Civil, João Batista Cordeiro Filho, em reunião na Associação Empresarial de Blumenau (Acib) garantia que a barragem Norte, no município de José Boiteux seria totalmente recuperada. 

A União iria repassar ao governo do Estado aproximadamente R$ 21 milhões para a execução dos serviços. O dinheiro seria usado para construir o canal extravasor, trocar todos os equipamentos necessários à operação da barragem que foram destruídos, conter uma erosão que há na margem do Rio Hercílio um pouco abaixo da barragem e colocar cercas para garantir segurança à operação da estrutura.

Mas não é isso que aconteceu. Em um vídeo publicado na rede social, o ex-governador Raimundo Colombo, PSD, aproveitou para “cobrar” do governo atual. 

“Estamos sob impacto de um ciclone que trouxe grandes danos aos catarinenses. Aí me pergunto: Estamos preparados para outras ocorrências? Estamos trabalhando na manutenção das nossas estruturas de prevenção?” escreveu Colombo.

Comentários