Hospital Regional recebe respiradores para ampliação da UTI

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp


A partir de segunda-feira inicia o treinamento com as equipes que atuação no setor

A chegada de 20 camas adquiridas com recursos do Ministério da Saúde, repassados através do Município de Rio do Sul e dos 10 respiradores doados pelo Governo do Estado vai possibilitar a ativação dos novos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional Alto Vale de Rio do Sul.

Na segunda-feira começa o treinamento das equips que vão atuar no setor já que os equipamentos são diferentes dos modelos atuais. Mesmo sem a vinda dos 20 monitores, importados dos Estados Unidos, a UTI terá condições de funcionar com os existentes, que estavam fora de uso. O último passo será o credenciamento junto ao Ministério da Saúde.


O 1° tesoureiro da Fundação de Saúde do Alto Vale do Itajaí. Cicero Fernandes, adiantou que a previsão é que a instalação dos respiradores esteja concluída já na segunda-feira (2) ao final da tarde. Ele ressaltou que os respiradores por volta das 15h. “Conforme promessa do governador Carlos Moisés da Silva, os equipamentos chegariam em Rio do Sul no mesmo momento das camas, de balanço”.

A expectativa de Fernandes é que o credenciamento junto ao Ministério da Saúde, que permite o recebimento pelos serviços prestados, seja liberado num curto espaço de tempo. Ele ressaltou que os respiradores por volta das 15h.


O gerente-geral do Hospital Regional, Siegfried Hildebrand, disse que a demora na entrega tanto das camas como dos monitores já era esperada. “Os fornecedores nos avisaram antecipadamente que levaria de 60 a 90 dias”. “No dia de 29 de abril, data que recebemos os recursos, foram feitos os pedidos, ou seja, ainda estamos dentro do prazo”. Hildebrand não sabe quanto tempo será necessário para a equipe concluir o treinamento com os novos equipamentos.


O coordenador regional da Defesa Civil, João Henrique Sabino, sub-tenente do Corpo de Bombeiros Militar, disse que o Governo do Estado está fazendo a sua parte com a entrega dos 10 respiradores, do lote adquirido junto a empresa WEG, de Jaraguá do Sul.

O custo de cada unidade é de R$ 60 mil. “Como a situação no hospital de Rio do Sul é relativamente, vamos torcer que não haja necessidade da sua utilização”.

Comentários