Onze prefeitos já morreram de Covid-19

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Pelo menos 11 prefeitos brasileiros já morreram por covid-19, doença respiratória causada pelo novo coronavírus, ou complicações desencadeadas por ela até esta 2ª feira (27.jul.2020) no país. Todos eram homens, de idades que variavam de 35 a 78 anos, e chefiavam municípios de 10 Estados diferentes.

A vítima mais recente é o prefeito de Alto Taquari (MT), Fabio Garbugio (PDT), de 47 anos, que morreu no domingo (26.jul). O produtor rural assumiu o cargo em julho de 2017, depois de uma eleição suplementar. Ele tinha hipertensão, apresentou os primeiros sintomas em 18 de julho e foi internado 3 dias depois. Foi transferido para 1 hospital em Goiânia na 6ª (24.jul) e levado para UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no dia seguinte. A primeira-dama, Silvana Scutti Garbugio, também foi diagnosticada com covid-19 e se recupera em casa.

Os prefeitos de Viamão (RS), Valdir Jorge Elias (MDB), 65, e de Água Doce do Norte (ES), Paulo Márcio Leite Ribeiro (DEM), 50, morreram na última 4ª feira (22.jul). Conhecido como Russinho, o emedebista se tornou o prefeito da cidade, na região metropolitana de Porto Alegre, em fevereiro, quando o eleito André Pacheco foi afastado por suposta fraude. Estava na UTI desde 15 de julho.

PODER 360

 

Comentários