Trajeto do trem pelo vale do Itajaí é mais viável

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O Corredor Ferroviário de Santa Catarina (CFSC) pelo Vale do Itajaí, é a única alternativa com viabilidade socioeconômica, conclui estudo entregue à VALEC. 

Segundo o Secretário executivo da Associação Empresarial de Rio do Sul, Cleber Andrei Stassun Seemann, a estatal avaliou diversos traçados desde 2014. “A alternativa em “Y” – ligando o extremo oeste a Tijucas e Imbituba – foi considerada inviável sob a ótica socioeconômica e também financeira”.

O acesso às informações foi requisitado pela ACIRS, ainda no início de junho. A  VALEC Engenharia, Construções e Ferrovias S/A é uma empresa pública, sob a forma de sociedade por ações, controlada pela União através do Ministério da Infraestrutura, conforme texto da Lei

Ligação ferroviária do extremo oeste a Itajaí atrairia principalmente cargas gerais; aves e suínos; soja em grãos; granéis sólidos não minerais, agrícolas e minerais e granéis líquidos agrícolas.


Clique para acessar o Volume-6-Relatório-de-Imagens.pdf

O EVTEA foi disponibilizado pela VALEC para consulta em: www.valec.gov.br

 

 

 

 

Clique para acessar o Volume%203%20-%20Avalia%C3%A7%C3%A3o%20Econ%C3%B4mica.pdf

 

Comentários