Agressão de Policial Militar em Lages ganha repercussão

O Policial Militar não estava em serviço e usou um cassetete da corporação para agredir as mulheres.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Reportagem: [email protected]

Incomodado com o barulho, um policial militar invadiu o apartamento das vizinhas e agrediu as mulheres com um cassetete. O caso aconteceu em Lages-SC,  na segunda-feira, 03/07 e ganhou grande repercussão nas redes sociais e imprensa nacional. 

Depois de muita discussão, o policial ameaçou as moças e golpeou a mesa com o cassetete. Marcio Hugen, foi acompanhado da esposa, que ao perceber que estavam sendo filmados tentou arrancar o celular da mão de uma das vizinhas. Foi quando iniciou as agressões do PM com o cassetete. 

As quatro mulheres comemoravam a entrega de um trabalho de conclusão de curso da faculdade. Segundo as vítimas, o policial se incomodou por que elas estavam conversando e rindo alto, o que gerou a insatisfação do vizinho. Ele estava afastado do trabalho.

Hugen criou um perfil no Instagran para tentar “melhorar a imagem” e contar detalhes sobre as motivações da agressão.  Na primeira foto, mostra ele sendo homenageado pela Câmara de Vereadores de Lages.   https://www.instagram.com/policialmarciohugen/

Em nota, o Comando do 6º Batalhão de Polícia Militar informa “que tomou ciência dos vídeos e imagens disseminados em redes sociais, na noite da última segunda-feira, 03, em Lages. E, que logo após ter conhecimento dos fatos determinou a instauração do procedimento correcional competente para apuração. O Policial Militar já estava em afastamento regulamentar por se encontrar em grupo de risco perante a Covid-19, e as ações ocorreram fora do âmbito profissional.

A instituição afirma tratar-se de fato isolado que não condiz com a formação e a preparação dos policiais militares catarinenses. Ressalta ainda, que não coaduna com qualquer conduta irregular, bem como violência contra a mulher.

FABIANO DA SILVA-  Ten-Cel PM Comandante do 6º BPM”

 

 

Comentários