Relatório aponta municípios que registraram prejuízos

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

As perdas foram nas cadeias produtivas de leite, suínos, aves, reflorestamento, alho, frutas, fumo, erva-mate, banana, palmito, arroz e plantas ornamentais.

Na região Meio Oeste foram atingidas as zonas rurais dos municípios de Água Doce, Ibicaré, Treze Tílias, Catanduvas, Vargem Bonita, Luzerna, Brunopólis, Tangará e Frei Rogério. Leite, suinocultura, avicultura, reflorestamento, alho e fruticultura são as atividades afetadas, com prejuízos em residências, galpões, implementos e equipamentos.

Irineópolis e Monte Castelo foram os municípios afetados no Planalto Norte, com destruição de residências, galpões, implementos e equipamentos. Na região, as produções atingidas fora as de fumo, leite, alho, erva-mate e reflorestamento.

Os prejuízos na agricultura do Litoral Norte abrangeram os municípios de Jaraguá do Sul, Massaranduba, São João do Itaperiú e Garuva. As atividades atingidas foram as produções de banana, palmito, arroz e plantas ornamentais, com a destruição de galpões e abrigos.

Comentários