Caso de febre amarela em Taió alerta SC

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Santa Catarina registrou o primeiro caso de febre amarela em humanos neste ano. A informação foi confirmada pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) nesta quarta-feira (27). A paciente é uma mulher de 40 anos que mora na cidade de Taió.

De acordo com a DIVE, a paciente não tinha registro de vacina contra a doença. Ela está internada no Hospital Santa Catarina, em Blumenau.

A bióloga da DIVE, Renata Gatti, lembra que a febre amarela é uma doença grave, transmitida por mosquitos em áreas silvestres e próximas de matas. Os macacos, por viverem no mesmo ambiente que esses mosquitos, são as primeiras vítimas da doença.

Apenas no ano passado, 134 mortes de primatas pela doença foram confirmadas no estado. Ainda segundo a DIVE, Santa Catarina possui a presença do vírus da febre amarela desde 2019.

Vacinação

A vacinação é a melhor forma de se proteger da doença. A dose é gratuita e está disponível nos postos de saúde. Todos os moradores do estado com mais de nove meses devem ser imunizados.

Até o momento, a cobertura vacinal do Estado está em 70,67%, abaixo do índice recomendado pelo Ministério da Saúde, que é de pelo menos 95% do público-alvo.

FONTE DA NOTÍCIA: REDAÇÃO ND, BLUMENAU
febre amarela
 
Comentários